quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Tudo passa


As vezes passamos por coisas que não conseguimos compreender o motivo. Dá até um aperto no peito ficar pensando em determinadas situações em que estamos passando.
Há dias que simplesmente amanhecemos com uma vontade, incontrolável, de chorar. O pior é não encontrar resposta para essa dor no peito.
O que nos conforta é saber que a maioria das dores não são eternas. Sempre chega o dia em que passa, e tudo volta a ficar bem. É como uma noite fria, ela está ali fazendo seu corpo tremer e as vezes até doer. Mas na manhã seguinte nasce o sol, trazendo tranquilidade e aconchego.
Nenhuma tristeza é para sempre. Nada é para sempre. Tudo passa. As vezes isso é bom, e outras não. Mas passa.

Um comentário:

Fernanda Maria Rocha Mesquita disse...

Isso mesmo. Bom ano novo com bons objetivos ...
fernanda