quarta-feira, 17 de março de 2010

Soltando a Imaginação

Olá Pessoal,
Eu quero contar uma coisa que me aconteceu por esses dias...
A personagem do meu livro(REALIZANDO MEU SONHO) é apenas uma menina que eu sempre imaginei ter como amiga. É isso mesmo... Uma amiga imaginária. Confesso que tenho isso. Dizem que crianças tem esses amiguinhos que não existem, e eu nego isso. Pois não sou uma criança e também tenho meus amigos imaginários.
As vezes fico com a cara no chão... Os meus irmãos sempre me pegam falando sozinho no quarto. Quer dizer, sozinho não! Para eles estou falando sozinho, mas pra mim, estou com meus amigos imaginários...(risos).
Sei que parece loucura, mais é verdade! Eu converso com eles, me divirto, até brigo de vez enquando. Minha mente cria cada coisa...
Uns dizem que isso não é bom, mais eu acho bom até demais. Assim, nunca estou só. Sempre estou bem acompanhado, com meus amigos.
Agora vou chegar onde eu queria: Beatriz, mais conhecida como Bia, é uma dos meus amigos imaginários. Desde quando eu tinha uns 14 pra 15 anos, essa menina me acompanha... Eu tinha tanta convicção que ela existia, que acabei convencendo meus amigos. Tem duas amigas(reais) que gostam muito da Bia, de tanto que falo dela. Elas sentem-se melhores amigas da Bia, e é verdade!
Esse ano algo sobrenatural aconteceu... Eu conheci uma menina, Dayane, que tem todas as características da Bia... Até o jeito louco de ser. Foi sensacional conhecê-la. Em cada gesto, atitude, eu podia ver minha personagem... Simpatizei com ela!
Hoje somos amigos! Sinto muita paz quando estou com ela... Me sinto mais completo!!!!
Ter a Bia comigo, agora em carne e osso, está sendo ótimo!
PS: Gente, eu nunca compartilhei tudo isso assim, em rede pública (risos). Não pensem que sou louco...rsrs... A culpa não é minha e sim da minha mente, que a cada segundo, vive criando coisas surpreendentes. Mais isso é bom... Acho que essa é a mente de todo escritor... Sempre leio entrevista de escritores, onde eles afirmam ter uma mente louca... E a minha não é diferente, também é bem louca.
Hoje mostrei a vocês um pouco das coisas que se passam dentro de mim. Espero que tenham gostado das loucuras.
Fiquem com Deus! Grande abraço e muita paz no seu coração!

7 comentários:

RETIRO do ÉDEN disse...

Se isso é loucura...não sei, mas deve ser uma excelente loucura...se trás paz no coração...porque não serão bons anjinhos que te acompanham?
Uma sã loucura te desejo e à Bia e à nova amiguinha.
Nunca percam os limites...aqueles que DEUS quer para nós. ELE dá-nos o livre arbítrio...há que saber gerir essa liberdade. De resto, tudo bem.
SÊ FELIZ sempre com DEUS em tua vida.
Forte abraço
Mer

wallper.lima disse...

Olá, adorei a postagem, entendo vc perfeitamente, pois acredito no mundo invisível. E acredito que aquilo que pensamos que imaginamos, pode se tornar realidade.
Apareça quando tiver vontade, pois o Wallarte estará sempre a sua espera.
Acabei de me tornar sua seguidora.
Bjos.
Waleria Lima.

Julimar Murat disse...

Oi Joeliton

Obrigada pelo carinho
Um final de semana cheia de alegrias

Julimar

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Adorei! Se for loucura Amar, graças a Deus que já nasci completamente louca***************

Soneto

*Attendre Sans Espérer*

Paul Verlaine


Os meus olhos teimavam em te ver:
Pois neles se gravara a tua imagem,
Para que não pudesse eu a esquecer,
E fui à tua espera ali na margem...


No coração pulsava este dever:
Esperar-te sozinha na passagem,
Mas se desesperava o meu querer,
Pois os meus olhos viam só miragens...


Então, a alma iludida o cultivou
Num jardim que do tempo o protegeu,
E a flor do sonho ao sol desabrochou...


Aquele amor-perfeito não morreu,
Porém, a alma, que só em ti pensou,
Das esperanças vãs, adoeceu...

Soneto da Renata pro Joéliton*******
+ Beijos

Mari Amorim disse...

Caro amigo,
Reflexivo teu texto,parabéns
Boa semana
Mari

dayane marlley da silva disse...

Obrigada amego......vc é demais da conta viu....AdoroOoOoOoOo.

Lillye disse...

Olá, Joéliton, obrigada por passar lá no blog!
Estou meio sem tempo (até deixei programado meus próximos posts), mas, quando estiver menos ocupada, volto à acessar os blogs com frequencia.
Avraços, Lillye